Brasal Corretora | Perguntas Frequentes
234
page-template-default,page,page-id-234,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,vss_responsive_adv,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 
Como contratar?

O seguro é um contrato em que o cliente paga uma quantia em dinheiro ao contratado (seguradora) para que, em caso de incidentes envolvendo o bem segurado, os custos sejam arcados total ou parcialmente pela empresa contratada.

Quais seguros existem?

O seguro é um contrato em que o cliente paga uma quantia em dinheiro ao contratado (seguradora) para que, em caso de incidentes envolvendo o bem segurado, os custos sejam arcados total ou parcialmente pela empresa contratada.

Quais são as formas de pagamentos?

O seguro é um contrato em que o cliente paga uma quantia em dinheiro ao contratado (seguradora) para que, em caso de incidentes envolvendo o bem segurado, os custos sejam arcados total ou parcialmente pela empresa contratada.

O que é um seguro?

O seguro é um contrato entre um indivíduo ou uma empresa (segurado) e uma seguradora. O segurado paga um preço chamado “prêmio” e a companhia, em troca, compromete-se pagar a eventual perda financeira correspondente, durante o período da apólice. O risco é transferido do segurado para a seguradora e o documento que formaliza esse contrato se chama apólice.

O princípio da boa-fé:

O seguro é um contrato inevitavelmente especulativo. A seguradora recebe as informações do segurado e, com base nelas, traça um perfil do risco e calcula a perda esperada e o prêmio. Se o segurado omite informações que agravariam o risco, ameaçando de prejuízo a seguradora, ele falta com o principio da boa-fé.
O mesmo ocorre se a empresa, aproveitando-se do desconhecimento da maioria dos segurados a respeito das tecnicalidades do mercado, deliberadamente usa de terminologias vagas na apólice de modo a, por exemplo, esconder certas exclusões. Nesses casos, a lei diz que o contrato é nulo. A lei impõe aos contratantes o dever de obedecer ao principio da boa-fé, pois, na falta dele, o acúmulo de prejuízos de parte a parte levaria a suspeitas generalizadas e, no limite, à inviabilização do próprio mercado. Note-se que esse princípio é aplicável a todos os contratos e transações. Ele proíbe o agente de esconder da outra parte o que sabe confidencialmente, para induzi-la a um negócio que não ocorreria ou ocorreria de modo diverso se essa parte tivesse acesso à informação sonegada. E vice-versa.

O que é uma apólice?
Apólice é um documento emitido pela seguradora, que formaliza a aceitação do risco, objeto do contrato de seguro. Nela devem estar discriminadas todas as condições contratuais, o bem ou a pessoa segurada, as coberturas de risco e as garantias contratadas, os estipulantes e beneficiários, o valor do prêmio, o prazo do contrato e as exclusões – isto é, as situações em que a indenização não é devida –, entre outras informações.
A emissão da apólice não dá, necessariamente, início à cobertura do bem. O bem estará coberto (segurado) assim que o risco tiver sido aceito pela seguradora. Essa operação poderá resultar na emissão de um contrato de seguro ou certificado de cobertura. A apólice será enviada posteriormente. Ao receber a apólice, é importante que o segurado verifique se as condições ali contidas são as mesmas que informou ao corretor de seguros quando assinou o contrato.
O prêmio de seguro é baseado na quantidade de risco. Riscos baixos pagam prêmios baixos e riscos altos pagam prêmios altos, quando aceitos pela seguradora. As seguradoras coletam informações sobre os interessados em contratar o seguro e sobre suas propriedades para determinar, o mais precisamente possível, o montante de risco de perda que está em jogo em cada caso e, daí, calcular o prêmio respectivo. Geralmente, a seguradora agrega em uma carteira grande número de apólices de um mesmo ramo.
A prática do seguro é complicada, mas o mecanismo básico é simples.
O que é um sinistro?

É o termo utilizado para definir, em qualquer ramo de seguro, o acontecimento do evento incerto previsto (uma perda) e coberto no contrato. O termo tem origem no latim “sinistra” que significa esquerda, como em mão esquerda ou lado esquerdo, e que era associado, na Antiguidade com situações ou coisas negativas, maliciosas, danosas, ignominiosas etc.

Gerenciamento de riscos:

A inevitável realidade do risco levou a humanidade a procurar gerenciar o risco. Existem vários modos de fazê-lo, a saber:

  • Evitar o risco:

É o caso do indivíduo que, planejando viajar de carro, ao observar os pneus gastos do seu automóvel, desiste de viajar.

  • Reduzir o Risco:

No caso anterior, o indivíduo viaja, mas a uma velocidade baixa de modo a evitar ter de frear bruscamente e arriscar uma derrapagem perigosa.

  • Correr o risco:

O indivíduo que decide correr o risco tem, por sua vez, três possibilidades de gerenciá-lo:

a) Autosseguro: é o método pelo qual o indivíduo separa ou acumula um montante em dinheiro para compensar determinada perda potencial que pode sofrer no futuro. O autosseguro é um método pouco efetivo, pois a maioria das pessoas não ganha o suficiente para acumular, na quantidade e no tempo necessários, os montantes requeridos. Assim, acaba sendo um eufemismo para designar os indivíduos que não estão segurados.

b) Mutualismo: é divisão das perdas entre os interessados. Historicamente, esse foi o começo do seguro: navegadores se reuniam e estimavam as perdas anuais no patrimônio conjunto (embarcações e suas cargas). Então, repartiam essa perda estimada entre eles, segundo a participação de cada um no patrimônio total. Atualmente, o mutualismo ainda é utilizado pelas seguradoras em alguns países, mas pouco usado pelos consumidores. Estes optam por não incorrer nos elevados custos de administração da modalidade, que exige conhecimento especializado.

O seguro envolve, ainda, a agregação do risco e divisão das perdas (ou mutualismo), pois as seguradoras agrupam riscos semelhantes em carteiras distintas, de modo a melhor estimar as respectivas perdas e prêmios de seguros. O risco é transferido, pois a seguradora tem de arcar com as indenizações referentes a determinada carteira, mesmo quando a soma dos prêmios recolhidos for inferior ao valor das indenizações. Se esse prejuízo ocorrer continuamente, a seguradora não está sendo bem conduzida: falha na aceitação e no apreçamento dos riscos.

O que é um endosso?

Em um modo geral, endosso é um meio de se transferir uma propriedade de título. Mas, quando falamos de endosso do seguro, é quando há um documento expedido pela seguradora, durante a vigência da apólice, que tem o intuito de alterar, modificar ou transferir dados do contrato de seguro.Basicamente, endosso é o documento pelo qual são feitas as alterações na sua apólice do seguro quando necessário. Também, em termos mais técnicos, é conhecido como aditivo do contrato de seguro. Por meio do endosso do seguro, irá ser formalizado e efetivado todas as modificações no seu seguro necessárias ao longo da vigência. Esse é um dos casos que o preço do seguro pode sofrer algum tipo de alteração.

E para garantir que você esteja protegido, fazer um seguro auto é essencial para manter o seu bem resguardado em casos de batidas, colisões, incêndios, danos da natureza, que ocasionem perdas parciais ou perdas totais.

Auto

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Vida

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Agropecuário

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Residencial

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Outros Seguros

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Odontológico

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Saúde

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Previdência

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.

Empresarial

Perguntas

Por que eu deveria contratar um seguro de auto?
Um seguro de carro é uma proteção que vai muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, sinistro e etc. Fazer a contratação desse produto garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações, como em uma batida que você precisará acionar o seguro para terceiros, previsto em uma possível apólice contratada. Essa é apenas mais uma cobertura que você pode incluir em seu seguro auto.

Contratar um seguro é essencial para quem tem um veículo e deveria fazer parte do portfólio de gastos ao adquirir esse bem. Não adianta pensar nas parcelas do financiamento, por exemplo, mas não levar em conta o gasto do seguro. Ainda está com dúvidas?

 

Por quanto tempo vale um seguro?
O seguro de carro, como qualquer outra contratação de seguro, tem um prazo determinado e, durante esse prazo, você ficará resguardado contra quaisquer acontecimentos que estiverem previstos na sua apólice de seguro.
A vigência da apólice tem começo e fim às 24 horas das datas estipuladas no contrato.

 

Qual o tempo de validade de uma apólice?

O prazo de uma apólice de um seguro de automóvel tem duração de 12 meses, a partir da data de início do contrato.

Mas, caso seja sua vontade, é possível solicitar à seguradora que o início da vigência seja posterior ao que veio emitido na apólice de seguro. No entanto, é preciso que esse pedido seja formalizado diretamente à seguradora ou você pode com a Brasal Corretorapara ajudarmos na resolução.

 

Quando é feita a renovação da apólice de seguro?
Após passar o período determinado de 12 meses, indicado na apólice, o segurado precisará fazer a renovação do seguro. Esse processo é bem simples e é feito com ajuda da Minuto Seguros, que tem uma equipe qualificada para atender os clientes nesses procedimentos.

A renovação indica um novo contrato de seguro, ou seja, uma nova apólice.

 

Mudei de endereço mas não avisei a seguradora. O que acontece se meu carro for roubado nesse novo endereço?
Neste caso você fica sem a cobertura porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam. Isso também se aplica para o caso de você ter contratado o seguro em uma cidade e usá-lo em outra na maior parte do tempo. Se a seguradora não tem essa informação, dependendo do que acontecer ela pode se negar a oferecer essa indenização. Qualquer mudança nos dados que você enviou para a seguradora no momento do contrato, devem ser comunicadas para não perder os benefícios.

 

Meu carro é antigo. Ele pode ter um seguro?
As seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro do seu carro em algumas situações e uma delas é justamente o fato do carro ser muito antigo porque a possibilidade dele apresentar defeitos, é muito maior. No entanto, apenas uma análise da seguradora seguida de uma vistoria poderá dizer se ele terá ou não um seguro.

 

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu?
Alguns pensam que ao contratar um seguro, a garantia de um carro reserva é certa. A verdade é que se você não optou por ela no momento da contratação, você não terá esse serviço em nenhum tipo de sinistro.

 

O manobrista bateu o meu carro. O seguro cobre?
O mais importante é saber como reagir nesta situação. A primeira coisa a se fazer é exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. Se ele se recusar, acione a seguradora  para que o problema seja resolvido o quanto antes. Vale lembrar que neste caso você pagará a franquia.

 

Se um amigo usar o meu carro e ele for batido ou roubado, o seguro vai me indenizar?
Quando você contrata um seguro precisa informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário, aquele que com uma frequência menor que você, também usará o carro.

Mas se em uma situação esporádica algum amigo (a), namorado (a) usar o carro e sofrer algum sinistro, dificilmente a seguradora vai se recusar a fazer a indenização.  A seguradora somente nega essa indenização se for constatado que a pessoa que estava dirigindo realmente também usa o carro com a frequência de pelo menos 1x por semana.

 

Se eu viajar de carro para um país do mercosul e ele for roubado ou batido, o seguro vai me indenizar?
A maioria dos seguros já oferecem na apólice uma cobertura para os países que fazem parte do Mercosul, mas se não for o seu caso, você pode solicitar uma Extensão de Perímetro para estar coberto no país que pretende visitar na América do Sul.

Você também tem a opção de contratar o Seguro Carta Verde que cobre danos materias e morais causados a terceiros.

Lembre-se que mesmo que a sua seguradora ofereça alguma cobertura para outros países, elas são válidas apenas em países do Mercosul.

 

É possível cancelar o seguro do meu carro? Quais são as desvantagens dessa escolha?
Sim, é possível tanto por você quanto pela seguradora. Para entender como isso funciona e suas desvantagens.

 

Estou com o nome sujo. Posso contratar um seguro auto?
Pode! A lei afirma que você tem esse direito. O que pode acontecer é a seguradora aumentar um pouco o valor do seguro neste caso mas ela não pode se negar a contratar o seguro devido a restrições de crédito do cliente.

 

Se uma árvore cai no meu carro devido a uma enchente, o seguro vai me indenizar?
Sim, mas desde que você tenha contratado a cobertura compreensiva. Essa cobertura abrange incêndio, acidentes, roubos e fenômenos da natureza. Mas se você tiver apenas a cobertura básica, esse serviço não está incluído.

 

Estou com IPVA atrasado e o documento do carro está irregular. Se eu sofrer um sinistro serei indenizado?
Existem seguradoras que fazem a indenização descontando os valores do IPVA e da documentação, mas em geral, essa indenização só será possível quando você regularizar essa situação.

 

É possível parcelar a franquia do seguro?
Sim, é possível. O limite de parcelas é definido por cada oficina. Também é possível conseguir descontos.

 

Se eu não renovar o seguro com a mesma seguradora eu perco o bônus que ela me deu?
Não. O bônus é um benefício dado pela boa conduta do motorista, não tem nenhuma relação com o carro. Ele pode ser tranferido para outra seguradora. Aqui você encontra mais detalhes desse assunto.

 

Como transfiro o seguro do carro antigo para o meu carro novo?
Basicamente com a nota fiscal do carro novo e ajuda do seu corretor, você faz essa transferência de uma forma rápida e tranquila.

 

A seguradora pode se recusar a fazer o seguro do meu carro?
Pode mas essa recusa precisa sempre ser justificada. Clique aquipara saber os motivos de recusa.

 

O que eu tenho que fazer em caso de sinistro para ter um melhor aproveitamento do meu seguro?
Existem diferentes tipos de sinistro e para alguns deles, os procedimentos para ter o melhor respaldo da seguradora, pode mudar um pouco. Aqui explicamos como você debe proceder em cada um deles.

 

Tenho que renovar o meu seguro mas não tenho certeza se quero continuar com a mesma segudora. Alguma dica?
Sim, aqui você encontra 8 coisas que deve avaliar antes de renovar o seu carro.

 

 

Como saber quais são as coberturas que não posso deixar de ter?
É sempre bom analisar a sua rotina e estilo de vida porque são esses fatores que vão ajudar você a escolher as coberturas que realmente precisa contratar. Neste post apresentamos detalhadamente o que oferece cada cobertura das seguradoras. Assim você pode entender melhor e escolher as que mais te favoreçam.

 

Se o meu carro for danificado ou sofrer um sinistro devido a um buraco na rua, o seguro vai cobrir?
Se você contratou uma cobertura compreensiva, sim. Para entender melhor, clique aqui.

 

Tumultos generalizados ou calamidade pública que prejudicarem o meu carro, o seguro cobre?
Vai depender do que diz na sua apólice. Algumas seguradoras não aceitam cobrir sinistros que causaram danos de grandes proporções, envolvendo muitos veículos mas se não tomou uma grande proporção, pode ser que ela faça a indenização. É importante que você não exponha o seu carro a riscos desnecessários. Uma coisa é o carro que estava em uma via pública e foi acometido de uma enchente, outra coisa é o carro que foi levado para o mar porque estava estacionado na areia, por exemplo. Aqui você encontra mais explicações.