terça-feira , 18 dezembro 2018
Home / Dicas / Segurança: Derrapagem e aquaplanagem, você sabe como lidar?!

Segurança: Derrapagem e aquaplanagem, você sabe como lidar?!

Dirigir sob más condições na pista em decorrência de chuvas ou neblinas, por exemplo, é sempre perigoso. Há pessoas que não veem problemas, pois nunca passaram por uma situação de risco. Já outras não se arriscam a dirigir quando a pista estiver molhada, independentemente da intensidade da névoa ou da chuva.

Porém, passar por uma situação de derrapagem ou aquaplanagem representa alto risco de acidente, sempre havendo, contudo, meios de evitar que essas situações acabem resultando em sinistros. Para evitar que acidentes aconteçam por meio da tomada das atitudes certas em uma pista molhada, é importante que você saiba exatamente o que acontece quando seu carro derrapa ou aquaplana.

Por meio das dicas e precauções, é possível estar mais preparado para enfrentar essas situações, que podem acabar causando graves sinistros no trânsito. Estar atento e precavido pode fazer com que você evite acidentes causados pela pista molhada.

Aquaplanagem: como acontece?

A aquaplanagem ocorre, basicamente, quando, ao passar por uma fina camada de água, os pneus do veículo perdem a aderência com o asfalto, escorregando sobre a superfície líquida.Com isso, a tendência é que o condutor perca o controle do veículo.

Geralmente, isso irá acontecer quando o motorista estiver trafegando com velocidade acima do ideal na pista molhada, situação que exige mais cautela na direção. Perdendo o controle do veículo, as chances de causar um acidente são eminentes. Isso porque uma série de contratempos tende a acontecer: o veículo pode sair da pista, trafegar na contramão e, ainda, chocar-se com outro.

Como saber se estou aquaplanando e como agir nessa situação?

Para saber como proceder em uma aquaplanagem, primeiramente você precisa identificar que está nessa situação. Nesse caso, existem duas ocasiões que podem configurar a aquaplanagem: primeiramente, você terá a sensação de que o eixo dianteiro do carro está flutuando. Em seguida, você perderá o controle do veículo.

Essas ações, no entanto, acontecem muito rápido, por isso seus reflexos também devem ser apurados.

No momento da aquaplanagem, o carro ficará mais leve.  Quando isso acontecer, o recomendável é tirar o pé do acelerador e não frear – visto que essa ação contribuirá para que você perca o controle da direção. Dessa maneira, o veículo irá desacelerar progressivamente.

No entanto, ainda é preciso muito cuidado: para não desviar do trajeto, sustente as mãos firmes no volante, mantendo-o reto, a fim de controlar a direção. Somente vire o volante e acelere o carro quando os pneus retomarem o contato com o solo.Você ainda pode avaliar o grau de risco de aquaplanagem na estrada de duas maneiras.

Se houver um carro a sua frente, mantenha distância e observe o rastro que ele deixa no chão.  Se ele fechar rápido, é sinal de que há muita água na pista. Da mesma maneira, você pode avaliar isso pelo seu retrovisor: se o rastro deixado pelos pneus do seu carro for visível, o risco de aquaplanagem é baixo. Do contrário, já comece a diminuir a velocidade para evitar esse contratempo.

Derrapagem: como acontece?

De forma semelhante à aquaplanagem, na derrapagem, os pneus perdem aderência com o solo. Porém, nesse fenômeno, eles não flutuam sobre água, mas escorregam sobre a pista (ao invés de rolar). Como na aquaplanagem, na derrapagem, o motorista, por instinto, tende a acionar os freios, na tentativa de conter a ação. Entretanto, essa atitude pode causa efeito contrário, e o carro poderá deslizar ainda mais.

Como agir na derrapagem?

Os cuidados a se tomar no processo de derrapagem são, basicamente, os mesmos da aquaplanagem: não freie, reduza a velocidade e mantenha o carro em linha reta.

A derrapagem, no entanto, pode acontecer nos pneus dianteiros, traseiros ou, ainda, nos quatro pneus.

Quando acontecer com os pneus dianteiros, você precisa desacelerar calmamente o veículo – pois se, simplesmente, tirar o pé do acelerador, as rodas traseiras também poderão derrapar. Além disso, você não deve frear e nem tentar endireitar o volante. Somente endireite as rodas e acelere novamente o carro quando ele regressar à direção desejada.

Por outro lado, quando a derrapagem acontecer com os pneus traseiros, você precisa tirar o pé do acelerador, girar o volante na direção para onde a traseira esteja derrapando e apenas acelerar o carro quando as rodas estiverem novamente alinhadas.

E, finalmente, quando as quatro rodas derraparem, é recomendável que você retire o pé do freio até que as rodas comecem a rolar novamente. Somente endireite as rodas quando recuperar o domínio da direção.

Os processos de derrapagem e aquaplanagem, além de serem influenciados pelas condições da pista em que se transita, dependem da qualidade dos pneus do veículo. Pneus gastos/carecas ou mal calibrados podem dar maior vasão para que acidentes envolvendo esses fenômenos aconteçam. É importante ressaltar que manter os pneus (e o carro como um todo) em bom estado é um dever de todos os condutores.

Outro fator importante que se deve respeitar, a fim de evitar acidentes por derrapagem e aquaplanagem, é manter uma distância segura entre o seu veículo e os demais para que haja tempo de reagir a esses imprevistos, sem comprometer outros condutores.

Fonte: DoutorMultas

 

 

Sobre Aurea Guimarães

Veja também

Saiba os cuidados necessários com seu carro na seca.

A gente sabe que nessa época do ano os brasilienses sofrem com o tempo seco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *